Dúvidas Frequentes

MALHAS COMPRESSIVAS

Malhas Sob Medida (Queimados / Epidermólise)

– Por que usar compressão?

A compressão ajuda a prevenir a formação de cicatrizes espessas, conhecida como hipertrofia cicatricial. Quando a hipertrofia da cicatriz já é aparente, o uso da compressão ajuda a acelerar a reabsorção do tecido fibroso em má formação.

– Por que o produto precisa ser feito sob medida?

As medidas do paciente são imprescindíveis para que a malha execute a compressão adequada e vista perfeitamente o usuário, e que, ao mesmo tempo em que exerce a compressão, esta seja a mais confortável possível.

– Por quanto tempo precisarei usar uma malha compressiva?

O ideal é que as malhas sejam usadas sem interrupção, sendo tiradas apenas para o banho. Aqueles que usam máscara total devem retirá-las também durante as refeições e higiene bucal.

– Quem me dará suporte técnico durante o tratamento?

A Compress oferece, gratuitamente, uma revisão mensal das malhas e avalia o estado das cicatrizes. Caso necessário, encaminhamos o paciente para supervisão do médico que as indicou.

– Por que as malhas precisam ser ajustadas periodicamente?

Com o tempo de uso e lavagens constantes, o tecido pode perder a elasticidade, alterando o seu nível de compressão adequado. Ainda, o paciente pode vir a ganhar ou perder peso, apresentando também mudanças nas medidas.

– Quem me dirá quando será preciso substituir as malhas?

O próprio paciente irá perceber o desgaste e a perda de elasticidade da malha. Durante sua visita de revisão, o usuário sempre será advertido do tempo que cada peça pode permanecer em uso.

– Quem me dará alta?

O médico responsável pelo seu tratamento.

Perguntas técnicas

– Como faço as medidas da cabeça?

Você deve sempre ter o mapa da cabeça em mãos. Faça as medidas dos perímetros A, B e C, conforme indicado no desenho. Em seguida, faça a medida da linha D, circundando a cabeça desde a ponta do queixo até a calota craniana. Meça a distância do mento (E), da ponta do queixo até o pescoço. Meça a altura desde a base da orelha até a curva entre o pescoço e o ombro (F). Em seguida, meça a altura da base do pescoço até a curva onde inicia o queixo (G), e, por fim, faça a medida da circunferência do pescoço (H), na sua linha mediana.

– Em quais casos são indicados os diferentes tipos de máscara?

Para a face com queimaduras graves, inicia-se sempre com a máscara total. Quando as queimaduras não estiverem próximas dos olhos e nariz, mas abrangendo os lábios, pode-se optar pelas máscaras parciais. Por fim, se a face estiver com cicatrizes na base do maxilar inferior, recomenda-se a máscara mentoniana.

– Por que usar o colar?

O colar, também chamado de compressivo dinâmico, destina-se ao tratamento do pescoço, trabalhando com três diferentes tipos de dinamismo: compressão, extensão e peso. Todo esse conjunto evita a retração e hipertrofia da cicatriz, proporcionando uma compressão confortável e eficiente, sem prejudicar a movimentação do pescoço.

– Posso fazer o colete com mangas separadas do tronco?

O colete sem mangas trata o tronco apenas até a região abaixo da linha dos mamilos. Quando as cicatrizes também estão localizadas nos braços, será mais eficiente e confortável o uso de colete com mangas.

– E como faço as medidas?

Com o mapa do tronco, faça todas as medidas indicadas, tomando sempre o cuidado de verificar que sejam feitas as medidas dos perímetros (medida da circunferência total).

– Posso usar mangas curtas?

Sim. As mangas curtas podem ser usadas desde o ombro, cobrindo o braço, até próximo ao cotovelo. Não recomendamos mangas muito curtas.

– Como faço as medidas das luvas?

No mapa, você encontrará as medidas A, B e C. Medir os perímetros de cada letra e os seus comprimentos, desde o final da última falange até três centímetros acima da pulso.
Para luvas com dedos, faça o desenho do contorno da sua mão espalmada. Em caso de retração ou outra deformidade, relatar por escrito.

– Por que não se faz meias até a virilha?

A meia até a virilha exigirá o uso de cinta liga para sua fixação. As meias calças são bem mais confortáveis e eficientes.

– Posso abrir um orifício na malha nas áreas que não estão queimadas?

Nunca faça qualquer orifício na malha, pois isto irá interferir na compressão.

– Por que usar tecido com proteção solar?

O tecido com proteção solar irá prevenir o escurecimento da cicatriz, chamada de hipercromia.

– Por que os cremes oleosos prejudicam as malhas?

Cremes e óleos vegetais favorecem o desenvolvimento de bactérias, que podem alimentar-se do elastano que compõe o tecido, diminuindo drasticamente a durabilidade da peça.

 

Malhas Pós-cirúrgicas (Estética)

– Como e com que frequência devo lavar a minha malha Compress?

Lave somente à mão, com sabão líquido neutro, sem torcer ou esfregar a peça. Não utilize secadora. Deixe secar ao ar livre e na sombra.

Recomenda-se lavar a malha diariamente ou com a maior frequência possível, principalmente quando utilizar cremes ou outros produtos oleosos sobre a pele.

– Como devo conservar a malha?

Ao lavar, não utilize alvejante. Também não utilize ferro de passar.

Quando não estiver em uso, a malha deve ser mantida em local seco e fresco, ao abrigo da luz.

Ao vestir, deve-se tomar cuidado com unhas ou qualquer objeto pontiagudo que possa danificar a peça.

 

O’GEL 

– Quais são as recomendações de uso?

Recomenda-se utilizar o O’GEL por não mais que 8 horas seguidas, interrompendo seu uso por no mínimo 3 horas antes de voltar a utilizar.

O produto deve ser aplicado sobre a pele limpa, isenta de contaminações e sujidades.

– Qual a função do O’GEL no tratamento e prevenção das cicatrizes?

O O’GEL auxilia regulando a proliferação de células chamadas fibroblastos, responsáveis pela produção de elastina e colágeno, que, durante o processo de cicatrização, são sintetizadas em grande quantidade, resultando na hipertrofia (crescimento excessivo) da cicatriz e queloides.

– Como devo conservar o meu produto O’GEL?

O O’GEL deve ser higienizado com sabão líquido neutro, em água fria corrente. Em seguida, secar com toalha limpa e pulverizar talco de bebê sobre o produto.

Mas atenção, os produtos O’GEL com adesivo devem secar naturalmente ao ar livre, por no mínimo 3 horas e sem pulverizar talco.

Quando não estiver em uso, o produto deve ser armazenado em local limpo e seco, em temperatura ambiente, e de preferência dentro da sua embalagem original.

– Que precauções devo tomar ao utilizar um produto O’GEL?

Deve-se evitar o contato do O’GEL com outras substâncias oleosas, como cremes hidratantes ou sobre a pele suada.

O O’GEL é destinado exclusivamente para uso tópico, ou seja, não invasivo. Portanto, não utilizar sobre feridas abertas.

Em caso de alergia ou irritação, deve-se descontinuar o uso e consultar o médico responsável pelo tratamento.

– Qual a durabilidade de um produto O’GEL?

O O’GEL mantem suas características ideais por até 2 anos à partir da data de fabricação. (Com exceção dos suportes para centro cirúrgico, que possuem função de apoio e podem manter-se intactos por longos períodos).

A durabilidade de cada produto varia de acordo com o seu tipo e a área de aplicação. Um suporte para centro cirúrgico, por exemplo, pode durar anos desde que seja mantida uma boa higiene e cuidados com o manejo do material. Já para produtos adesivos, o tempo estimado pode variar de 30 a 60 dias.